09/05/2014

30 HORAS: Ato público vai marcar Dia do Enfermeiro

Profissionais e estudantes de enfermagem se manifestam na Praça 08 de Abril, reivindicando a votação das 30 Horas Semanais.

30 horas 01

Uma das formas de comemorar o dia de uma profissão é lutar para conquistar mais direitos aos profissionais. Doze de maio (próxima segunda-feira) é Dia Mundial do Enfermeiro e, no Brasil, em dezenas de cidades, serão realizados atos públicos em defesa da aprovação da jornada especial de trabalho da Enfermagem de 30 horas semanais. Em Cuiabá, o movimento será na Praça 08 de Abril (em frente ao restaurante Choppão), às 16h. O Coren/MT convida profissionais e estudantes de enfermagem para abraçar a causa e se manifestar.

O objetivo do ato, organizado pelo Coren, pela Associação Brasileira de Enfermagem – Seção Mato Grosso (Aben/MT) e Sindicato dos Profissionais de Enfermagem de Mato Grosso (Sinpen/MT), é apresentar à sociedade a importância de a profissão ter uma carga horária de trabalho reduzida e pedir apoio aos políticos locais pela aprovação do Projeto de Lei nº 2.295, que aguarda votação no Congresso Nacional desde 2000.

O referido PL teve amplo debate sobre a necessidade de uma jornada especial para o trabalhador da Enfermagem e estudos diversos acerca do impacto financeiro às instituições de saúde, especialmente do SUS. Depois disso, foi aprovado em votação pela Câmara dos Deputados, pelo Senado e aguarda entrar em votação final (após alterações dos senadores) dos deputados federais. Caso o PL seja acatado pela Câmara, segue para apreciação da Presidência da República.

Grandes proprietários de hospitais e gestores de saúde pressionam demasiadamente os legisladores pela reprovação do Projeto de Lei 2.295/00, alegando que haveria maior custo com novas contratações de trabalhadores de enfermagem.

No entanto, a categoria aponta que um profissional mais descansado pode oferecer uma assistência de maior qualidade, privilegiando o paciente.

O exercício do Cuidar é exaustivo por sua complexidade técnica, mas, especialmente, por lidar com a dor do outro, gerando desgaste emocional e psicológico. Além disso. para garantir melhores salários, o profissional de enfermagem, boa parte das vezes, tem mais de um vínculo empregatício. Não bastasse, vale destacar que a profissão é composta por quase 90% de mulheres, das quais grande número ainda cuida do lar e dos filhos

Torna-se necessária, portanto, uma carga horária menor de trabalho e maior intervalo de descanso, para reduzir o dano ao trabalhador.

Serviço:

Ato público em defesa da aprovação da jornada de 30 horas semanais para a Enfermagem, no dia 12 de maio, às 16h, na Praça 08 de Abril, em Cuiabá.

 


Fonte: Coren/MT



  • logocofen
  • BannerLateralAnjosEnfermagem-207x117
  • Munean
  • e-dimensionamento-207x117