10/10/2018

Aquecimento global pode levar a aumento da mortalidade

Atualmente, existe uma trajetória para elevar as temperaturas em mais de 3 graus Celsius

 

As mudanças climáticas podem se tornar bastante mortais, já que as mortes relacionadas ao calor aumentam com o aumento da temperatura global. Isso é o que indica um novo artigo publicado na revista Climatic Change.

O Acordo de Paris foi adotado em 2015 como parte de um esforço global para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e manter o aquecimento global abaixo de 2 graus Celsius acima dos níveis pré-industriais. No ano passado, o presidente Donald Trump anunciou que os Estados Unidos se retirariam do acordo climático de Paris.

Neste recente estudo, os cientistas analisaram os efeitos sobre a saúde de vários cenários climáticos sob este acordo internacional. Depois de analisar dados históricos sobre mortes relacionadas à temperatura de 23 países com uma ampla gama de condições econômicas e climáticas, os pesquisadores concluíram que o aquecimento de 3 a 4 graus Celsius resultaria em quase 9 por cento mais mortes relacionadas ao calor. Em seguida, quando comparado a um cenário de aquecimento de 2 graus Celsius versus 1,5 graus Celsius, as mortes relacionadas ao calor não aumentaram tanto em regiões quentes, como a América do Sul, o Sul da Europa e o Sudeste Asiático. Além disso, as mortes em áreas mais frias permaneceriam estáveis ​​ou diminuiriam ligeiramente.

Assim, as projeções sugerem que grandes aumentos de mortes relacionadas com a temperatura na maioria das regiões poderiam ser limitadas, se aquecimento for mantido abaixo de 2 graus Celsius.  Atualmente, existe uma trajetória para elevar as temperaturas em mais de 3 graus Celsius, e se esta tendência continuar, haverá sérias consequências para a saúde em muitas partes do mundo.

Fonte: Boa Saúde




  • logocofen
  • BannerLateralAnjosEnfermagem-207x117
  • Munean
  • e-dimensionamento-207x117