- Conselho Regional de Enfermagem do Mato Grosso - http://mt.corens.portalcofen.gov.br -

Coren-MT deixou de cobrar 11 taxas desde 2020

[1]Desde janeiro de 2020, o Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso (Coren-MT) deixou de cobrar 11 taxas referentes a procedimentos de registro e cadastro.

Trâmites como anotação de registro de especialização, inscrição remida/remida secundária, renovação de autorização, autorização atendente, suspensão temporária de inscrição e cancelamento de inscrição e registro passarão a ser realizados gratuitamente.

Também foi instituída a anuidade única para profissionais com mais de um registro, que passarão a pagar somente pela categoria de maior nível de formação. Um enfermeiro que seja inscrito como técnico de enfermagem, por exemplo, fica isento da anuidade de técnico.

A redução das taxas foi deliberada na assembleia dos presidentes de conselhos regionais, ocorrida em setembro de 2019, e homologada pelo plenário do Conselho Federal de Enfermagem em sua 517º Reunião Ordinária, tendo sido autorizada pela resolução 616/2019, do Cofen.

O texto também reduz para oito o número de serviços e taxas a serem cobrados, sendo eles: expedição de carteira profissional, anotação de Responsabilidade Técnica, autorização para exercício profissional no exterior, inscrição e registro de pessoa física e de pessoa jurídica, reinscrição, transferência de inscrição e certidão narrativa.

Para o presidente do Coren-MT, enfermeiro Antônio César Ribeiro, esta alteração radical no modelo de cobrança do Sistema Cofen/Conselhos Regionais deve provocar maior procura dos profissionais pela regulamentação.

Ele espera ver o aumento do acesso dos profissionais a direitos como a remissão de inscrição, benefício concedido a quem possui mais de 30 anos de serviço. A remissão suspende a cobrança de anuidades e permite que o profissional mantenha todos seus direitos, inclusive o de participação em eleições para o conselho.

O registro profissional é uma das atividades-fim dos conselhos de classe e o recurso arrecadado com as taxas é importante para sua manutenção. Mas para Ribeiro, abrir mão dele significa se adaptar à realidade econômica dos profissionais. “Sempre nos posicionamos pela redução das cobranças. Defendemos a anuidade única antes mesmo de saber que o Cofen estava debatendo isso, pois reconhecemos as dificuldades financeiras que atingem a categoria”, disse.

Outros benefícios

A resolução do Cofen também incluiu o desconto na primeira anuidade a profissionais recém-inscritos, fixando percentual de 30% para enfermeiros e de 50% para auxiliares e técnicos.