31/01/2020

Coren-MT inicia atividades da Câmara Técnica de Atenção Primária à Saúde

Somente em Cuiabá, cerca de 160 enfermeiros atuam na atenção primária em saúde

O Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso (Coren-MT) deu início, nesta quinta-feira (31) às atividades de sua Câmara Técnica de Atenção Primária à Saúde (CTAPS), composta pelas enfermeiras Carmem Lúcia Tanaka, que também é conselheira, Ana Carolina Haddad Camargo, Francyele Marques Franco, Joseani Appel e pelo enfermeiro Willians Blank.

“Esta será uma instância consultiva para discutir e propor boas práticas assistenciais no âmbito da atenção primária, visando uma assistência segura, de qualidade e de acordo com os aspectos éticos e legais da profissão”, explicou o presidente do Coren-MT, Antônio César Ribeiro.

A Câmara vai nortear decisões e pareceres referentes ao tema, contribuindo, por exemplo, para acelerar o julgamento de processos.

Também tem o objetivo de fomentar o protagonismo dos profissionais da rede na discussão sobre políticas públicas.

Neste sentido, é a CTAPS participa do grupo de trabalho organizado pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) para discutir diretrizes de implantação dos protocolos de Enfermagem na atenção primária à saúde pelos Estados.

A adoção dos protocolos está respaldada em portarias do Ministério da Saúde. Eles documentam as condições da assistência prestada ao paciente e estabelecem normas de cuidado que direcionam a atuação da equipe multidisciplinar.

Sua implementação valoriza a competência técnica da equipe de enfermagem na atenção básica, oferecendo subsídios ao gestor municipal na tomada de decisões.

“Em Mato Grosso, não são adotados protocolos nem na capital e nem no interior. Pela iniciativa do Cofen, os Corens estão se juntando para estimular seu desenvolvimento “, disse Carmem Tanaka.

Valorização do profissional

Segundo a CTAPS, somente em Cuiabá, cerca de 160 enfermeiros atuam na atenção primária em saúde. Em geral eles estão submetidos a uma rotina exaustiva, que envolve também o exercício de funções administrativas.

A enfermeira Francyele Marques Franco ressalta que é importante empoderar este profissional. “As pessoas em geral acham que enfermeiro de atenção primária não tem conhecimento científico, age mecanicamente e possui menor importância em relação a outros enfermeiros. É preciso dar a eles mais visibilidade técnica”.




  • logocofen
  • BannerLateralAnjosEnfermagem-207x117
  • Munean
  • e-dimensionamento-207x117

O Coren-MT informa que a subseção de Tangará da Serra não terá  atendimento ao público a partir desta sexta-feira (21), retornando ao normal no dia 02 de março (segunda-feira). Confira mais informações em nosso site, clicando aqui