14/06/2021

Enfermagem Solidária: apoio psicológico à enfermagem

A mistura convivência, luto e más notícias podem causar danos ao trabalhador.

Cerca de 150 voluntários se uniram em uma ação colaborativa para apoiar enfermeiros, técnicos e auxiliares que estão atuando na linha de frente da pandemia da covid-19.

O projeto “Enfermagem Solidária” foi criado logo no início da pandemia, pela enfermeira Dorisdaia Humerez, com a proposta de articular ajuda e oferecer gratuitamente, à distância, escuta psicológica e orientação para práticas integrativas e complementares em saúde que auxiliem os trabalhadores a diminuir o estresse e a vencer os múltiplos desafios que têm causado sofrimento físico, mental e emocional.

Depressão, ansiedade e pensamentos suicidas foram alguns dos temas que os voluntários leram em relatos dos profissionais de saúde.

Em entrevista ao O Bom da Notícia, o presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso (Coren-MT), Antônio César Ribeiro, falou sobre a preocupação diante da situação dramática vivida pelos profissionais da saúde que enfrentam, além falta de equipamentos, outros problemas, como por exemplo, a má alimentação, falta de repouso adequado, jornadas excessivas e outras situações que estão pondo em risco a saúde e a vida destes profissionais.

De acordo com Antônio, a ferramenta tem ajudado, inclusive, muitos profissionais da enfermagem que atuam no Estado. No entanto, não há dados que mostram quantos profissionais procuram por ajuda, uma vez que a busca, na maioria das vezes, parte discretamente.

“Temos muita procura, o investimento foi grande. A mistura de convivência, luto e más notícias é algo que maltrata. Consequentemente, vem o desgaste emocional no trabalho e assim, muitos deles procuram ajuda silenciosamente”, disse.

O “Enfermagem Solidária” entrou em funcionamento a partir do fim de março de 2020. O projeto funciona por meio de um chat no site do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen). Ali, profissionais de enfermagem desabafam com os voluntários por meio de textos.

Os atendimentos são embasados no processo de Enfermagem em saúde mental, em que os enfermeiros que atendem se ocupam das suas competências terapêuticas e educativas, o que tem dado resultados, pois a maioria dos profissionais atendidos descrevem a diminuição de suas tensões ao final de cada conversa, se sentem acolhidos e cuidados pela iniciativa, o que é muito positivo, tanto para quem é atendido quanto para quem atende.

Ajuda

O chat está disponível 24 horas por dia, todos os dias da semana, no chat do site Cofen, no canto direito inferior.

Robson Fraga – Ascom




  • Transparência
  • Ouvidoria
  • logocofen
Open chat
Setor Financeiro