04/04/2022

Enfermagem vai vacinar 76 milhões de pessoas contra a gripe no Brasil

Categoria é peça-chave nas campanhas de imunização do Ministério da Saúde

Idosos são prioridade na primeira fase da campanha | Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Tem início hoje (4) no Brasil Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe e a Enfermagem, mais uma vez, vai assumir a linha de frente da imunização. A meta do Ministério da Saúde é vacinar aproximadamente 76,5 milhões de pessoas até o dia 3 de junho, data prevista para encerramento da campanha.

“A cada processo iniciado pelo SUS, a necessidade de valorização da Enfermagem se torna evidente. Não há uma só engrenagem desse sistema que funcione sem a nossa participação. Estamos presentes em cada momento, valorizando a vida, como deve ser. A população sabe que pode confiar”, afirma a presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Betânia Santos.

Segundo o Ministério da Saúde, 80 milhões de doses da vacina trivalente, produzidas pelo Instituto Butantan, estarão disponíveis no SUS. Essa versão já é atualizada e eficaz contra as cepas H1N1, H3N2 e tipo B da gripe. Assim, para evitar surtos da doença e a sobrecarga do sistema de saúde, é necessário vacinar os grupos prioritários.

Etapas – A campanha nacional ocorrerá em duas etapas. Na primeira, de hoje até 2 de maio, serão vacinados idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde.

A segunda, que vai de 3 de maio a 3 de junho, tem como público-alvo crianças de 6 meses até 4 anos, 11 meses e 29 dias; gestantes e puérperas; povos indígenas; professores; pessoas com comorbidades; pessoas com deficiência permanente; membros de forças de segurança e salvamento e das Forças Armadas; caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativa e pessoas privadas de liberdade.

No caso das crianças de 6 meses a menores de 5 anos que já receberam ao menos uma dose da vacina influenza ao longo da vida, deve-se considerar o esquema vacinal com apenas uma dose em 2022. Para as crianças que serão vacinadas pela primeira vez, a orientação é agendar a segunda aplicação da vacina contra gripe para 30 dias após a primeira dose.

Fonte: Ascom – Cofen, com informações da Agência Brasil




  • Transparência
  • Ouvidoria
  • logocofen
Open chat
Setor Financeiro