17/11/2020

Mesmo com aumento das candidaturas negras, Câmaras municipais seguem com maioria branca no país

Mesmo com o recorde de candidaturas negras nas eleições deste

Mesmo com o recorde de candidaturas negras nas eleições deste ano, o número de vereadores negros que vão ocupar vagas nas Câmaras Municipais do país oscilou muito pouco com relação ao pleitos de 2016. Há quatro anos, 42,1% dos eleitos se declararam negros; agora, são 44,7% dos mais de 58 mil vereadores eleitos.

As eleições de 2020 tiveram a maior proporção e o maior número de candidatos negros já registrados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Exatamente 50% dos candidatos se declararam pardos ou pretos, raças que, juntas, formam os negros, segundo classificação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Considerando apenas os candidatos a vereador, o percentual foi ligeiramente mais alto (51%).

Além disso, pela primeira vez desde que o TSE passou a coletar informações de raça, em 2014, os candidatos brancos não representaram a maioria dos concorrentes às vagas eletivas (48%).

Porém os dados apontam que, mesmo com essa perda de predominância entre os concorrentes, os brancos continuam sendo maioria entre os vereadores eleitos. Quase 54% dos políticos que devem ocupar as Câmaras Municipais do país a partir do ano que vem se declaram dessa forma.

A proporção diminuiu em relação a 2016, quando 57,1% dos eleitos eram brancos. De qualquer forma, as Câmaras continuam mais brancas do que a população brasileira em geral. Segundo o IBGE, 42,7% dos brasileiros são brancos, e 56,2%, negros.

Fonte: G1 MT




  • logocofen
  • BannerLateralAnjosEnfermagem-207x117
  • Munean
  • e-dimensionamento-207x117

 

ELEIÇÕES 2020!

Peça sua senha de votação e se informe aqui

www.votaenfermagem.org.br