09/02/2022

Pesquisa investiga prática da punção venosa periférica em crianças e adultos

Os profissionais da enfermagem que atuam na área da pediatria podem participar da pesquisa respondendo um questionário online.

Foto: Divulgação

Está aberta para participação dos profissionais da enfermagem a pesquisa “Panorama nacional da prática de punção venosa periférica realizada em crianças e adultos”, da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). O estudo é coordenado pela doutoranda Bianka Sousa Martins Silva, e visa identificar a prática de enfermagem relacionada à punção venosa periférica (PVP) realizada em crianças e adultos no Brasil. Os interessados em colaborar com a pesquisa precisam preencher um formulário online, para acessar, clique aqui.

Para participar o profissional precisa estar devidamente inscrito no Conselho Regional de Enfermagem do seu estado e atuar serviços de saúde público e/ou privado nas cinco macrorregiões do Brasil. Além disso, também há necessidade dos profissionais estarem ligados diretamente aos cuidados dos paciente submetidos a punção venosa periférica.  A estimativa é de que a pesquisa conte com 10 mil participantes.

O objetivo do estudo é ter o conhecimento dos fatores associados à ocorrência do insucesso da PVP em crianças e adultos, como a presença de hematoma, transfixação do vaso e punção ineficaz. Dessa forma, o resultado da pesquisa possibilitará o planejamento de intervenções mais adequadas e a promoção de bem estar dos pacientes que precisam de terapia intravenosa.

Contribua com a pesquisa clicando aqui.

Fonte: Ascom Coren-MT




  • Transparência
  • Ouvidoria
  • logocofen
Open chat
Setor Financeiro