09/07/2021

Senadores defendem PL 2564/20 durante CPI da Covid-19

Declaração foi feita durante depoimento da enfermeira e ex-coordenadora do PNI (Programa Nacional de Imunizações) do Ministério da Saúde.

Durante depoimento da enfermeira e ex-coordenadora do PNI (Programa Nacional de Imunizações) do Ministério da Saúde, Francieli Fontana Fantinato, durante a CPI da Covid-19 nesta quinta-feira (8/7), senadores declaram apoio ao Projeto de Lei nº 2564/2020, que estabelece piso salarial para a Enfermagem com base em uma jornada de 30 horas semanais.

Fabiano Contarato, autor do PL, destacou a importância da medida. “Sou autor desse PL que dá dignidade aos profissionais que são verdadeiros heróis. É preciso empatia de se colocar no lugar do outro, na dor do outro. Vocês estão expondo suas vidas para proteger. Falo isso como cidadão e usuário do SUS”, destacou.

Omar Aziz, presidente da CPI, também anunciou seu apoio: “Sou totalmente favorável ao piso que vocês estão reivindicando. Já me comprometi: vou votar a favor. São verdadeiros heróis”, afirmou.

Enfermeira na CPI da Covid – Convocada para depor na CPI da Covid no Senado Federal, a enfermeira Francieli Fantinato, ex-coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI) apontou graves falhas no enfrentamento à pandemia. Segundo ela, a quantidade insuficiente de vacinas para vacinação em grande escala e a falta de comunicação para a ampla divulgação da campanha de imunização foram grandes entraves. Após prestar depoimento, a enfermeira foi, por votação, retirada da lista de investigados e de quebra de sigilo, passando para lista de testemunhas. Confira a participação da enfermeira na CPI da Covid-19 na íntegra.

Fonte: Coren-SP




  • Transparência
  • Ouvidoria
  • logocofen