25/03/2020

Sindicato ajuíza ação contra Estado por proteção a trabalhadores da saúde

O Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de

O Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso (SISMA) ajuizou ação civil pública contra o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, e o secretário de saúde, Gilberto Figueiredo, pedindo proteção aos servidores que integram o grupo de risco, solicitando a garantia do direito de se afastamento para servidores que

que integram o grupo de risco, com o afastamento imediato dos mesmos da prestação de serviço.

O sindicato pede que seja concedida liminar em sede de tutela de urgência para o afastamento de servidores com mais de 60 anos de idade, que realizaram recentes intervenções cirúrgicas, ou que estejam realizando tratamento de saúde que cause diminuição da imunidade, os portadores de doenças preexistentes crônicas ou graves ou de imunodeficiência em decorrência de doença pré-existente, os  transplantados e doentes crônicos, independentemente da idade.

Também devem ser dispensadas gestantes e pessoas que tem responsabilidade legal e cuidam diretamente de pessoas que se enquadram em grupo de risco.

Segundo o SISMA, estão sendo feridos princípios da dignidade da pessoa humana e dos direitos à saúde e à vida.




  • logocofen
  • BannerLateralAnjosEnfermagem-207x117
  • Munean
  • e-dimensionamento-207x117